Lançamento do livro “A Sorte não Sorriu para César Rondicatto”

Nilton Bobato lança novo livro em Foz

convite lançamento a orte não sorriu para césar rondicatto

O autor escolheu a cidade para o cenário do seu primeiro romance, onde as histórias dos personagens se entrelaçam em uma narrativa contemporânea e surpreendente.

O escritor, Nilton Bobato, volta à cena literária paranaense. O autor lança no próximo dia 21 as 19h30, em Foz do Iguaçu, na sede da Aliança Francesa, o primeiro romance ” A Sorte Não Sorriu para César Rondicatto”. O sétimo livro do escritor tem como pano de fundo a Tríplice Fronteira e uma narrativa contemporânea.

O livro é considerado um desafio para o autor. ” A Sorte Não Sorriu para César Rondicatto” foi escrito em passos lentos, como pequenos poemas e contos, especialidades de Nilton Bobato. Elaborado em 2007, o romance passou por três versões antes de ser lançado pela editora Redes.

A Sorte Não Sorriu para César Rondicatto é fruto de uma teimosia. Venderam-me a ideia de que era impossível escrever um romance aos pedaços. Essa tese me impedia, supostamente, de escrever. Resolvi desafiá-la já que não tinha tempo para escrevê-lo numa “tacada só”, explica.

Está programado o lançamento do livro em outras sete cidades paranaenses. Em abril, Nilton Bobato estará em Ponta Grossa (dia 03), Curitiba (dia 04), Toledo (dia 11), Cascavel (dia 12) e Campo Mourão (dia 15). Em maio está previsto o lançamento em Londrina (dia 16) e Maringá (dia 17).

Apresentação
A multicultural Foz do Iguaçu, na fronteira com Paraguai e Argentina, é o local que Nilton Bobato escolheu para cenário deste romance. As histórias dos personagens se encontram, cada com seus dramas e escolhas, definindo o destino deles até um julgamento.A narrativa em primeira pessoa, com quatro narradores e os fatos ocorridos com três amigos e um prisioneiro constroem a estrutura de um enredo que envolve os dramas pessoais de um autor que procura um tema para um livro, dois amigos e o julgamento de um prisioneiro acusado de matar um traficante.
“É uma obra literária, com as angústias de cada personagem, os dramas da vida contemporânea, mas é ficção, que poderia ser real”, diz Bobato, salientando que não mistura militância política com literatura. “O que procuro fazer na literatura é literatura, e gostaria que a obra fosse julgada assim”.

Capa

Mantendo uma tradição promovida pelo autor, a capa do livro homenageia um artista plástico local. Os seus livros anteriores também homenagearam artistas locais. Desta vez a escolhida é uma obra da artista plástica e poeta iguaçuense, Ana Rita Dotto. Com o título Urbanidade, a obra integra uma série da artista pintada em 2001 e foi escolhida por representar as características da obra literária]; uma aventura urbana. 

Biografia

Nilton Bobato reside em Foz do Iguaçu desde 1980.  É professor de Língua Portuguesa, mas está licenciado para exercer o segundo mandato de vereador pelo PC do B. Bobato também integra o Conselho Estadual de Cultura e é voz presente no debate sobre a literatura no Paraná e no Brasil, já que representou a literatura no Conselho Nacional de Política Cultural até 2012. Nilton Bobato é membro da Academia de Letras de Foz do Iguaçu – ALEFI e autor de Risos da Fronteira (2003), Prato Feito (2005), Prosa de Sacada (2005), Sobremesa (2008), Um Brinde a Três Amigos (2010) e Prosa de Estrada (2011).

Serviço:
Livro: A Sorte Não Sorriu para César Rondicatto
Editora Redes
Obra Capa: Urbanidade I (2001) – Ana Rita Dotto
208 páginas
Fotos: Christian Rizzi
Revisão: Waldson Dias
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s